O rei e os súditos das Congadas.

O rei e os súditos das Congadas.

“Sou solteiro

Sou casado

Sou soldado da Senhora do Rosário!”

Puxava o senhor mais velho do terno de Moçambique de Santa Efigênia do Bairro Feliz, o grupo anfitrião das Congadas da Vila João Vaz, aqui em Goiânia.

Confesso que foi a primeira vez que vi ao vivo uma festa de Congada. Foi emocionante! Aquelas pessoas lindas, aquela música contagiante, as visitas dos grupos as residências dos moradores do bairro… Enfim, me faltam palavras. Nossa cultura é mais que rica, é diversa, é poética!

Fica aqui uma homenagem aos congadeiros lindos que lutam para que essa manifestação continue por muitos anos. Uma reverência de sua nova súdita.

beijos a todos!

Lu

Anúncios

Muitos amigos depois…

Muitos amigos depois…

Já contei que adoro dança, ne? Na minha adolescência, eu fazia aulas, assistia muitos espetáculos, etc… Quando comecei a fotografar, era louca pra fotografar a Quasar cia de dança, aqui de Goiânia. Lembra?

Pois então, da primeira foto dele pra cá, já foram 8 anos… e 28 de cia! De lá pra cá, foram fotos de alguns espetáculos para eles, algumas fotos para outra cias por causa deles, e muita foto minha publicada mundo a fora… Alemanha, França, Estados Unidos, Vietnã… Muitos lugares!

E lá tive o prazer de fazer muitas, muitas amizades,  bailarinos, produtores, a turma do backstage… alguns ainda moram aqui em Goiânia e vários foram para outras cidades, e outros países, outras cias. Fato é que a Quasar sempre foi lugar de intercâmbio de muita gente criativa, alguns ficaram por pouco tempo, outros por muito tempo.

Hoje, os jornais e as redes sociais escancararam o que eu soube há poucos dias. A Quasar, está finalizando suas atividades, não por falta de bailarino competente, por crise de criatividade ou má gestão, mas por falta de patrocínio! Isso mesmo: grana, dindin, bufunfa. Uma cia que roda o mundo inteiro, é aplaudida de pé por vários minutos em lugares que as platéias são geladas e sisudas, vai acabar… Tempos de crise, o que se corta primeiro?  Salário de senador é que não, né…

Fica aqui o desabafo, a frustração e a torcida para que o jogo ainda vire!

Beijo a todos!

Abraços apertados, aplausos de pé aos meus queridinhos da Quasar cia de Dança.

Lu

 

 

 

 

Garrei feição!

Garrei feição!

Neste fim de semana teve Arraiá do Cerrado aqui em Goiânia. Fui pela primeira vez no sábado, para fotografar as apresentações das Quadrilhas. Idéia da turma do Coletivo Olhares do Cerrado, do qual faço parte.

Fui por diversão, por exercício, por curiosidade, para encontrar os amigos. Confesso que foi muito divertido. Dos quatro grupos que se apresentaram aquele dia, “garrei feição” por um em especial.

A Fogaréu veio com a temática do Cangaço, com a linda história de amor de Virgulino Ferreira da Silva, O Lampião e Maria Gomes de Oliveira,  A Maria Bonita. Além do figurino e maquiagem impecáveis, a narrativa e as músicas me encantaram.

“Se um dia nois se gostasse
Se um dia nois se queresse
Se nois dois se empareasse
Se juntim nois dois vivesse
Se juntim nois dois morasse
Se juntim nois dois drumisse
Se juntim nois dois morresse
Se pro céu nois assubisse
Mas porém se acontecesse de São Pedro não abrisse a porta do céu e fosse te dizer qualquer tolice
E se eu me arriminasse
E tu cum eu insistisse pra que eu me arresolvesse
E a minha faca puxasse
E o bucho do céu furasse
Tarvés que nois dois ficasse
Tarvés que nois dois caisse
E o céu furado arriasse e as virgi toda fugisse” – Zé Da Luz / Cordel do Fogo Encantado.

 

Foi lindo!

Beijo a todos!

 

Será culpa da Santa Frida?

Será culpa da Santa Frida?

Aqui em Goiânia é(ra) sempre assim em estreia de espetáculo: “Chama todo mundo!“, “Ajuda a divulgar?“, “Já chamou os amigos? Leva sua mãe também!”… Daí, espetáculo liiiiindo e meio teatro vazio. Uma tristeza só.

Pois na semana passada, muita gente ficou de fora do teatro. E teve sessão extra! Foi 1 na quinta e 2 na sexta! E teve gente em pé assistindo. E teve cadeira extra! Ah! E choveu!

Eu percebo que o público tem frequentado mais os teatros, shows, festivais, vernissages… E como tem tido atividade bacana na cidade!

Mas, o que aconteceu com o espetáculo Cartas de Frida, do grupo Contemporâneo deixou todos muito felizes e sem entender muito bem toda essa procura linda! Esse grupo foi criado pela coreógrafa e bailarina Luciana Caetano, é composto por bailarinos “não-profissionais da área” (cada um tem uma outra profissão! É sério!)

Pois eu fiquei muito feliz em participar do projeto! E acho que eles ainda vão dar o que falar e ainda vão ter muitas filas em próximas apresentações. Que a Santa Frida Kahlo ajude!

Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
15L05F514
Espetáculo Cartas de Frida – Figurino: Renata e Luciana Caetano
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida – Luz: Jose De Oliveira Junior
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida – Cenografia: Ronan Gonçalves
15L05F308
Espetáculo Cartas de Frida
15L05F450
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida – Produção: Rodrigo Mármore
Espetáculo - Cartas de frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de frida
Espetáculo – Cartas de Frida
15L05F1146
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de frida
Espetáculo – Cartas de Frida

Beijo a todos!
Lu Barcelos

Beladona.

Beladona.

Há um tempo eu não fotografava dança.

Mês passado, fui convidada para fotografar o Espetáculo Beladona do Nômades.

Seguem algumas fotos, sem nem muito o que falar de um espetáculo tão plástico. Ah! A cenografia foi de Marcus Camargo e a luz de Juliana Augusta Vieira.

Bravo!

Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades
Espetáculo Beladona - Nomades
Espetáculo Beladona – Nomades

As Fridocas!

As Fridocas!

Há um (bom!) tempo atrás, algum amigo (não me lembro qual amigo, infelizmente) me perguntou se eu já tinha assistido o filme da Frida. Na época, eu ainda não tinha assistido. Depois disso, já assisti algumas, não, mentira, assisti váaaarias vezes! Aluguei em locadora, na tv a cabo, no Netflix… O filme é muito bom, mas fiquei fã mesmo foi da própria Frida! Que história incrível, que OBRA incrível!!!

Obra - Las dos Fridas
Obra – Las dos Fridas

E de lá pra cá, sempre estou atenta a qualquer ‘novidade’ relacionada a artista. Hora ou outra aparecem links com novas fotos publicadas dela e etc… Estou constando os dias para a vinda da exposição dela para Brasília, aqui do ladinho!! E também estou animadíssima para as novas fotos do espetáculo de dança contemporânea Cartas de Frida, coreografado pela Luciana Caetano!

Já fotografei uma apresentação dessas Fridocas lindas! Espie:

Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida

14M04V909

Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida
Espetáculo - Cartas de Frida
Espetáculo – Cartas de Frida

Fica pronto logo espetáculo! Estamos ansiosos para os dias 05 e 06 de Novembro para ver vocês no Teatro da UFG aqui em Goiânia!!

Beijos a todos!

Lu Barcelos

“Pies para qué los quiero si tengo alas pa’volar” – Frida Kahlo.